Homem mais rico do mundo, Elon Musk já perdeu US$ 100 bilhões em 2022

Em novembro de 2021, a fortuna de Musk era de US$ 340 bilhões e agora está em US$ 170 bilhões. Embora esteja envolvido numa crise com o Twitter, a fabricante Tesla é a grande responsável por deixar o sul-africano 'mais pobre'. Elon Musk Angela Weiss/AFP Dono da Tesla, da SpaceX e agora do Twitter, Elon Musk está US$ 100,5 bilhões "mais pobre", a queda mais expressiva já registrada pela Bloomberg Billionaires Index, ranking que reúne as pessoas mais ricas do planeta. Compartilhe no WhatsApp Compartilhe no Telegram Ontem (21), Musk viu seu patrimônio líquido despencar US$ 8,6 bilhões e, apesar da forte queda, ele ainda figura na lista como a pessoa mais rica do mundo, com uma fortuna de US$ 170 bilhões. Esse número era de US$ 340 bilhões em novembro de 2021, quando atingiu o auge. Atrás dele estão Bernard Arnault (US$ 157 bilhões) e Gautam Adani (US$ 130 bilhões), Jeff Bezos (US$ 116 bilhões) e Bill Gates (US$ 113 bilhões), respectivamente. Quem é Lucia Maggi, a mulher mais rica do Brasil Quem são os dez maiores bilionários brasileiros? Twitter não é culpado Adquirido pelo bilionário em outubro passado por US$ 44 bilhões, o Twitter não é o responsável por deixar Musk mais pobre e sim a Tesla, que viu suas ações despencarem. Ontem, as ações da fabricante de carros elétricos caíram 6,8% (para US$ 167,87) na bolsa de Nova York, o que representa a menor cotação desde novembro de 2020. Segundo a Bloomberg, as ações da empresa já caíram 52% em 2022. A desaceleração econômica e o aumento de taxas de juros explicam o cenário negativo. Além disso, investidores estão preocupados com o desempenho da Tesla no mercado chinês, que é importante para a empresa, e que vem preocupando devido às restrições relacionadas à pandemia de Covid. LEIA TAMBÉM: As polêmicas por trás do Koo, rede social indiana que viralizou no Brasil Por que gigantes da tecnologia estão demitindo em massa Entenda o ar-condicionado 'inteligente' dos estádios do Catar Initial plugin text

Homem mais rico do mundo, Elon Musk já perdeu US$ 100 bilhões em 2022


Em novembro de 2021, a fortuna de Musk era de US$ 340 bilhões e agora está em US$ 170 bilhões. Embora esteja envolvido numa crise com o Twitter, a fabricante Tesla é a grande responsável por deixar o sul-africano 'mais pobre'. Elon Musk Angela Weiss/AFP Dono da Tesla, da SpaceX e agora do Twitter, Elon Musk está US$ 100,5 bilhões "mais pobre", a queda mais expressiva já registrada pela Bloomberg Billionaires Index, ranking que reúne as pessoas mais ricas do planeta. Compartilhe no WhatsApp Compartilhe no Telegram Ontem (21), Musk viu seu patrimônio líquido despencar US$ 8,6 bilhões e, apesar da forte queda, ele ainda figura na lista como a pessoa mais rica do mundo, com uma fortuna de US$ 170 bilhões. Esse número era de US$ 340 bilhões em novembro de 2021, quando atingiu o auge. Atrás dele estão Bernard Arnault (US$ 157 bilhões) e Gautam Adani (US$ 130 bilhões), Jeff Bezos (US$ 116 bilhões) e Bill Gates (US$ 113 bilhões), respectivamente. Quem é Lucia Maggi, a mulher mais rica do Brasil Quem são os dez maiores bilionários brasileiros? Twitter não é culpado Adquirido pelo bilionário em outubro passado por US$ 44 bilhões, o Twitter não é o responsável por deixar Musk mais pobre e sim a Tesla, que viu suas ações despencarem. Ontem, as ações da fabricante de carros elétricos caíram 6,8% (para US$ 167,87) na bolsa de Nova York, o que representa a menor cotação desde novembro de 2020. Segundo a Bloomberg, as ações da empresa já caíram 52% em 2022. A desaceleração econômica e o aumento de taxas de juros explicam o cenário negativo. Além disso, investidores estão preocupados com o desempenho da Tesla no mercado chinês, que é importante para a empresa, e que vem preocupando devido às restrições relacionadas à pandemia de Covid. LEIA TAMBÉM: As polêmicas por trás do Koo, rede social indiana que viralizou no Brasil Por que gigantes da tecnologia estão demitindo em massa Entenda o ar-condicionado 'inteligente' dos estádios do Catar Initial plugin text